Novidades e Notícias

​ Programa Parto Adequado tem adesão do Hospital Mãe de Deus

Programa Parto Adequado tem adesão

do Hospital Mãe de Deus

Iniciativa nacional visa melhorar modelo de atenção

ao parto em instituições de saúde

 

Reforçando a sua preocupação com a segurança e o bem estar de gestantes e bebês, o Hospital Mãe de Deus aderiu à segunda fase do Programa Parto Adequado, desenvolvido pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o Hospital Israelita Albert Einstein (HIAE) e o Institute for Healthcare Improvement (IHI) com apoio do Ministério da Saúde. A iniciativa propõe a elaboração de estratégias que visam a melhorar o modelo de atenção ao parto, reduzindo especialmente o número de cesáreas desnecessárias em diversas instituições do setor no país. Atualmente, o Mãe de Deus realiza cerca de 200 partos/mês, destes 27% são partos vaginais.

 

De acordo com a gestora do projeto na instituição, enfermeira Perla Di Leone, uma série de ações estão previstas a fim de promover o chamado parto normal e aprimorar a assistência antes, durante e depois do procedimento. O cronograma de preparação acontece atualmente envolvendo os serviços de Obstetrícia, Maternidade e UTI Neonatal. Através projeto, busca-se diminuir possíveis riscos e eventos adversos decorrentes de um parto não adequado, seja ele vaginal ou cesariana. Os primeiros resultados da iniciativa no Hospital Mãe de Deus são esperados para a partir de 2017.

 

Seguindo uma metodologia específica, as ações incluem capacitações das equipes multidisciplinares, adequação de ambientes, estímulo à participação de acompanhantes, visitas guiadas à maternidade durante o pré-natal, avaliações de experiência dos pacientes, revisão de práticas de atendimento, entre outras. Também serão aplicados indicadores para acompanhar a realização de partos adequados, assim como índices de satisfação e bem estar. “Boa parte destas práticas já fazem parte de nossas rotinas. De toda forma, iremos promover uma mudança estrutural e cultural, envolvendo todos os atores que integram este processo”, comenta Perla Di Leone.

 

O Parto Adequado utiliza um sistema internacional para monitoramento de cesarianas chamada Classificação Robson. Recomendado pela Organização de Saúde, a ferramenta relaciona 10 diferentes grupos de gestantes considerando itens como antecedentes obstétricos, número de fetos, apresentação fetal e idade gestacional. Desta forma, define-se a real necessidade de realização de cesariana.

 

A adesão do Hospital Mãe de Deus ao programada irá focar os quatro primeiros grupos da Classificação Robson: 1) gestantes nulíperas (primeiro filho) com feto único, 37 semanas e em trabalho de parto espontâneo; 2) nulíperas com feto único, 37 semanas, cujo parto é induzido ou que são submetidas à cesárea antes do início do trabalho de parto; 3) multíperas (que já teve filho) sem cesárea anterior, com feto único, 37 semanas, em trabalho de parto espontâneo; 4) multíperas com feto único, sem cesárea anterior, 37 semanas, cujo parto é induzido ou que são submetidas à cesárea antes do início do trabalho de parto. O objetivo da instituição é alcançar 40% de partos vaginais até 2018.

 

Mais sobre o Parto Adequado

Criado no ano de 2015, Projeto Parto Adequado envolveu em sua primeira fase 35 hospitais públicos e privados em diferentes regiões do Brasil, além de 19 operadoras de saúde. Nesta segunda etapa, participam cerca de 150 instituições, incluindo o Hospital Mãe de Deus. O projeto prevê uma atuação colaborativa de profissionais, entidades, hospitais e sociedade, tendo a gestante como figura central dos esforços. Suas principais inovações referem-se às mudanças no processo de cuidado, especialmente quanto a revisão de práticas no sistema de saúde pública e privado brasileiro. Na primeira fase do projeto, o percentual de partos vaginais realizados entre as 35 casas de saúde participantes dobrou e as admissões em UTI Neonatal caíram em 23%.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s